sábado, 31 de dezembro de 2016

Brote



Ideias; somos, criamos, descartamos, aceitamos, polimos, mudamos, para se encaixar nelas ou para que se encaixem, na ideia que fazemos de nós. Nos conhecemos, mas ainda fazemos coisas  imaginando o que o outro pensa de nós, quando deveríamos apenas ser e deixar o outro ser, sem julgamentos.

Somos comunidades e no encontro de mentes, há mudança, no embate saudável de conhecimentos, também. Mesmo quando só falamos muito e ouvimos pouco, algo fica. Uma semente de outra ideia, que mesmo refutada, passa a morar em nós. Junto dela há inúmeras mais, sendo modificadas a cada segundo, em nossa experiência de viver. Somos ideias em movimento, esperando para nascer.

Que nesse novo ciclo de caminhadas, deixemos nossas ideias brotarem, sem medo do que o outro irá pensar, sem receio de dedos apontados, sem ligar para o que os outros imaginam que somos, mas sem deixar de notar e acolher, os que realmente conseguiram nos enxergar.

Que eu, você e o mundo, saibamos deixar brotar o Ser.

Um Feliz Ano Novo e uma Linda Vida!

Joakim Antonio


Imagem: Return to life by Mullahsaid

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Na humildade


Na humildade, como sempre,
poeta das ruas pedindo bocados:

Oi menina delícia, ajude um necessitado.
Nem precisa ser em dinheiro.
Aceito um beijo, ou dez,
já que não tenho trocado.

Joakim Antonio


Imagem: Gentle kiss by La monalisa

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Ambulante



há causador
há corredor
há zelador
amor e dor

a faca da mão
a ponta do pé
a flor da pele
contrapartes

o frágil não
o humano sim
o acéfalo assaz
sino duplo

um grito surdo
um grito mudo
luto
luto

eclipse
sem
fim
...

Joakim Antonio



Imagem: Vendedor ambulante by MiSA-MiiSA

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Mulher - VI


Mulher, dá minha vida, me beija com fôlego, para que eu possa respirar naquele momento em que me tira o ar. Me beija no escuro, dos olhos alheios, como se eu não quisesse o teu esconder, no roubar de beijos. Me prende num beijo esfomeado, de língua, rosto, pescoço, liberando passagem para viajar sem fronteiras, por todo seu corpo.

Joakim Antonio


Imagem: Black and gold by Akronic

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Mulher - V



Mulher, dá minha vida, me diga que consegui, mostrei a você meu lado doce sem te assustar, sem que caia naquele medo bobo de se responsabilizar demais. Diz que aceita as palavras ditas, com toda sua força, mas sem que elas lhe façam se afogar. Aceita quando digo que não vivo sem ti, sabendo que se um dia falte, não morrerei, pois só de amor pode me matar. 


Joakim Antonio


Imagem: Enlaces by Papou

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Mulher – IV


Mulher, dá minha vida, me guia no novo, apontando os caminhos que só tua energia feminina consegue ver. Me toca com tuas mãos delicadas, sente o que diz a batida do meu coração e me coloca na estrada dos desejos. Usando a nossa linguagem não pronunciada, mas totalmente explícita, aos amantes que aprenderam a se conhecer.

Joakim Antonio


Imagem: A love so pure by Vishstudio

domingo, 25 de dezembro de 2016

Um Feliz Natal


E aquele velhinho barbudo que nunca existiu, apareceu como ninguém poderia imaginar, não trouxe rena e nem trenó, não havia pacote nas mãos e também não havia ajudantes. Em vez de pacotes de presentes, distribuía sorrisos e palavras de carinho, olhava no fundo dos olhos e dizia, aproveite sua vida e faça dela uma linda poesia!

Foi embora tão de repente como chegou, e na porta de entrada ficou escrito:

A todos que lerem, do fundo do coração: Paz, Amor e um Feliz Natal!

Joakim Antonio

Imagem: Grandpa and Grandson by gretaiscool

sábado, 24 de dezembro de 2016

Mulher - III


Mulher, dá minha vida, me sussurra segredos, daqueles escondidos até das amigas, pra que eu saiba que encontrei o caminho para que em mim possa confiar. Se mostre por inteira, nua em pelo, desejos e com a mente desperta, mostrando-se aberta a me receber de todas as formas, que lhe dão o mais imenso e puro prazer.


Joakim Antonio 


Imagem: Careless whispe by Kathrinska

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Mulher - II


Mulher, dá minha vida, me come com os olhos, cheios daquela fome sem eira nem beira no querer, antes mesmo de tocá-la. Me faz acreditar que sou único, quando teu olhar pousa no meu e a menina do olho começa nova dança, de um modo tão intenso, que seu brilho ofusca o mar de escolhas, tornando-se o único e preciso olhar.


Joakim Antonio


Imagem: Passion by Elfvingphotography

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Mulher - I


Mulher, dá minha vida, me toma imperfeito, com meus mais de mil defeitos e me consuma entre tuas pernas, para me devolver melhor. Embebedado de ti, pleno do calor do teu peito, parecendo criança no acolhe do teu colo, mesmo que seja mais um defeito, às vezes, me tornar moleque perto de ti.


Joakim Antonio 



Imagem: Skin on skin I 05 by Gnato666

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Descafeinado


Com a academia vazia, as luzes da cidade gritam, tá na hora, todo mundo já está em casa. E em dias assim, que o café já sumiu do sangue, a gente corre, acelerando a vida. Pra hora do novo, demorar menos a chegar.

(tomando o último café de hoje)


Imagem: Vista da Zona Norte, São Paulo by JoaKim

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Ser mais


Cada vez mais as pessoas duvidam do alegrar-se pelo outro. Cada vez mais as pessoas duvidam da gentileza de quem o é, mas lembre-se, nem todos tiveram uma família gentil. Aprender com amargura é mais difícil, pois se gentileza gera gentileza, amargura destrói o brilho no olhar. Cada vez mais as pessoas silenciam, quando deveriam falar, gritar e pior, quando deixam respostas em aberto para o próprio coração. A gente culpa a criação, divina ou dos pais, deixando de ser mais e de ver que disfarçado de, sou assim mesmo, há o medo de mudar e se perder.

Mas quando você se deixa ser, o único risco é se encontrar!


Joakim Antonio


Imagem: Lift up yourself by hersley

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

No teto do mundo - Palavra Expressa


Estou no teto do mundo
há uma abóbada longínqua
um abismo sem fundo
cadeiras gritantes
ruas quase mudas

Estou no teto do mundo
há visão privilegiada
além do túnel
diversas viagens
sonhos e loucuras

Estou no teto do mundo
há incontáveis vozes
momentos lúdicos
fogo-fátuo
verdade nua

Estou no teto do mundo
há um indivíduo tolo
totalmente maluco
de princípios diversos
observações mudas

Joakim Antonio

Publicado originalmente na coluna Palavra expressa, no site Retratos da Alma.


Imagem: Out of this World I by webcruiser

domingo, 18 de dezembro de 2016

Se me estende o tapete I


Se te estendo o tapete, vê bem onde pisas. Não precisa ser delicada, mas estar bem com meu caminhar. Não precisa ter pés lindos, mas precisa cuidar. Não precisa andar em linha reta, mas faço questão do balanço das tuas ancas. Não precisa nem saber os passo certos, a gente se acerta, naquela dança ancestral.

Se te estendo o tapete, vê bem onde pisas. Não por mim, mas por ti.

Joakim Antonio

Veja a segunda parte aqui: http://www.joakimantonio.com.br/2016/12/se-me-estende-o-tapete-ii.html

Imagem: Duble zero 3 by Maurizio Fantini

sábado, 17 de dezembro de 2016

Talvez, só talvez...


Há beleza nos detalhes que saltam do teu corpo, até os que você não vê. A imagem não faz jus ao efeito que ele causa em quem, realmente, presta atenção em ti. Não mostra a fragilidade que te obrigou a ser forte, nem as decisões tomadas e certamente criticadas, como todas que qualquer um toma. Ninguém vê teu cansaço de ser, pois ser forte estanca o sangue derramado, mas precisa de tempo para se recompor.

Talvez você precise de mais colo, não só o que vem da paz depois do sexo, mas o de bem antes e de bem depois. Talvez precise andar de mãos dadas, tirar as sandálias, pisar no chão nu. Talvez você precise de mais balançar dos pés no ar, ao lhe pegarem no colo. Talvez você precise de menos espelho e mais olho no olho.

Talvez, só talvez, você precise usar mais sua força, pra se permitir fragilizar.

Joakim Antonio


Imagem: Magma 4 by Kmoog

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Chegada


E o primeiro a chegar é o último que partiu. E sai correndo livre nos campos do Senhor, ouvindo risadas e passos, mas sem olhar para trás, pois há a certeza dos companheiros de caminhada. E enquanto ele sorri, os amigos gargalham, outros olham admirados e alguns, ainda choram de alegria. Pois todos eles reconhecem a ajuda recebida, de cada um, para que estejam ali. E o interessante é que, por mais que corram e a distância que se encontrem, suas mãos nunca deixam de se tocar.

Joakim Antonio



Imagem: By Jordan Whitt
Great Smoky Mountains, USA

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Me enreda



Prende-me nas linhas do teu corpo, sem hora certa. Me envolve em teu sonho, preciso. Por entre o teu andar, sem rumo. Subindo até obter a graça, no monte. Deixando-me entrar. Não somente uma, não apenas duas, no paraíso. Nem que a visão do teu fogo, me deixe louco.

Me enreda, nos teus sentidos.


Joakim Antonio


Imagem: Body lines 002 by tomodati

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Mundo nosso


Não há problema em vivermos na própria ilha, pois nosso mundo sempre será o mais importante. Só não podemos esquecer que ele não é o único e que também precisamos olhar em volta. O mundo é feito da união de todos, por isso se prestarmos bem atenção, a frase já diz: o mundo é nosso!

Joakim Antonio


Image: Thomas Tucker
Old Man of Storr, Portree, United Kingdom

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Plenilúnio


Lua cheia atrai, desperta instinto, dispara o sangue ao destino certo. Multiplica o brilho no olhar do homem, que por instinto, busca o astrolábio para não errar o caminho. Começa como vento, sussurrando baixinho ao pé do ouvido, Vira massagista tateando caminho. E ao sentir o cheiro da pele, despertando a língua do lobo, vai em direção ao ponto preciso, para o prazer de uivar.

Joakim Antonio


https://www.facebook.com/poetajoakimantonio


Imagem: Moonlight Hills by Dzoga

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Dissecção – Palavra expressa




Há intrinsecamente no poeta, essa fome de ver as estrelas, de perto, capturar sua beleza, em versos, que queimam como Sóis.

Há indivisivelmente no poeta, um outro ser, calado, que sempre amará demais, fingindo ser mais um adulto controlado.

Há indubitavelmente no poeta, linguajares perfeitos, incertos, signos imagéticos, simples, cantados por pássaros da mata.

Há indelevelmente no poeta, sussurros antigos, conhecidos, gritos novos, futurísticos, que são lidos em cada ruga de sua testa.

Há inacreditavelmente no poeta, uma criança e um velho, despertos, com pena e tinta, eternas, que se equilibram em cada verso.

Joakim Antonio


Publicado originalmente na coluna Palavra expressa, no site Retratos da Alma.


Imagem: Lunghinho

domingo, 11 de dezembro de 2016

Filme antigo


Era o amor da sua vida, mas, sem tirar os olhos do celular, ouve apenas desencontro. Logo pensou alto, "Se fosse antigamente viu!". E uma voz soou do seu lado.

- Não ia mudar nada rapaz e pare de repetir o que todo mundo fala. Isso é coisa de velho hein!

E saiu do vagão, apoiado em sua bengala. Mas antes de sair, ainda falou mais uma vez.

- Quem é o velhinho agora?

E todo mundo riu.

De repente um celular soou em aviso. E todo mundo parou de rir e voltou a abaixar a cabeça, pra dar atenção aos seus.



Joakim Antonio


Imagem: Free Stock - Foto antiga, com todos lendo jornal no trem.

sábado, 10 de dezembro de 2016

Leoa



Às vezes ela reclama da vida e não lhe tiro a razão. Especialmente naqueles dias, que ela reclama que sente-se inchada, faz de tudo e não lhe dizem obrigado, a família arruma mil zikas e o leite, quando não azeda, é derramado. Mas quando ela fala do cabelo é razão perdida, pois sempre direi que reclama à toa.

Ele não vive em desalinho, seu cabelo é de Leoa.


Joakim Antonio


Imagem: Lion by Shi0ri

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Lembrança adormecida


Batalhou até se tornar a pessoa mais rica do mundo. Logo depois, gastou sua fortuna para que conseguissem inventar uma máquina, onde você pudesse escolher a lembrança que queria de volta. E logicamente, foi o primeiro a usá-la.

Nesse dia, chegou usando chinelo de dedo, uma regata e calção de futebol. Sentou-se calmamente na cadeira do aparelho. Sorriu pra todos e piscou maroto para uma cientista na platéia. Fez um aceno de sim com a cabeça e ligaram o aparelho. Houve um pequeno alvoroço. Logo o cientista e inventor, pediu silêncio absoluto e fez a pergunta primordial.

Qual é a lembrança que o senhor mais deseja na vida?
E ele, fechando os olhos, respondeu:

O cheiro da minha Mãe!

Joakim Antonio



Imagem: By Alejandro Alvarez

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Seja o que for Seja


"Se for amor, "amén"! Se for tesão, também!"

Na hora ninguém vai corrigir ninguém
pode até "gosar" com s
teu mel é tinta delícia
minha língua é pincel
pra soletrar tudo.

Joakim Antonio




Imagem: Fátima Encarnado 2015

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Continuemos


Mas continuemos, só parece que não faz efeito, mas cada pensamento conta, cada agir multiplica. Por isso podemos até dar uma pausa de algumas coisas, menos de nós mesmos e dos que amamos. Sigamos mostrando que dá pra ser e viver, perfeitamente, sendo.

Estendamos as mãos sem medo!


Joakim Antonio


Imagem: Little injured sparrow by Dincturk

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Eu tento


Eu falo alto, eu falo muito e dou gargalhadas. Ah, e gosto de ler para os outros. Tento dizer algo que se aproveite, resgatar um sorriso e fazer vibrar, com boas energias, alguns corações. Eu sou um palhaço, uma criança e às vezes, um preto velho, ranzinza para quem não quer ouvir, nem de longe e carinhoso para quem quer ouvir, bem de perto.

Tenho esse defeito genético, de ainda querer conversar, olho no olho!

Joakim Antonio 


Imagem: Face to face by S-t-r-a-n-g-e

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Canto certo



Hoje veio diferente, chegou em silêncio, como sempre faz, mas pousou e não cantou. Ficou olhando para um ponto no espaço, como se procurasse algo, que não estava mais lá. Foi um breve momento e então, foi-se. Não sei pra onde, se há outros por lá e nem se retorna. Mas uma coisa é certa, seu canto sempre estará por aqui.


Joakim Antonio



Imagem: By Vincent van Zalinge
Hollandsche Rading, Nederland

domingo, 4 de dezembro de 2016

Oremos



E assim
deixo um pouco
de mim

Prometeu que nada traz

Inflamo
GRITANDO
até ficar rouco

C
a
i
o
meio
B
o
b
o

Levanto logo
e rogando
imploro

Que tenhamos paz


Joakim Antonio


Imagem: Innocence lost humanity found by Curlie_11

sábado, 3 de dezembro de 2016

Ao Deus dos encontros



Ao Deus dos encontros, que rechaça quem lhe para e aproxima quem precisa. À Deusa sem sobrenome, que aceita oferendas de beijos em noites quentes. Ao Protetor dos amantes, que abre os olhos do outro para quem dá e mata a fome. À Fada madrinha, que troca o lado do rosto, pra que o alvo seja outro na, não mais, despedida. Ao Anjo, com ou sem auréola, que une carne com carne, para ver a alegria na terra. À Santa perseguida, que se sabe liberta, soltando as amarras de quem quer amar.

Dai a todos, mais sexo e por consequência, aquele jeito sapeca, com fome no olhar.

Joakim Antonio


Imagem: Masuimi by Perrygallagher

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Buscadores



Procurando

na força
dos antigos

na palavra
dos quase

na certeza
dos novos

certos
duvidosos
perdidos

Seguimos

Joakim Antonio


Imagem: The Protector by BaciuC
Uganda - Kisoro - Batwa community

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Concursos Literários do Mês de Dezembro de 2016


Concursos Literários do Mês de Dezembro de 2016 

Confira também a lista completa dos Concursos do Ano e a lista das Seleções Permanentes e o site Falando de Trova

As datas nos tópicos referem-se ao prazo limite para realizar a inscrição.

Legenda:
$ - Prêmio em dinheiro
@ - Inscrição pela internet
# - Voltado a público restrito


Lista dos concursos em aberto - Dezembro


01.12.2016 - Prêmio Sesc de Contos Infantis Monteiro Lobato (#Brasil - $)

01.12.2016 - Prêmio Sesc de Poesia Carlos Drummond de Andrade (#Brasil - $)

05.12.2016 - 14ª Olimpíada Solidária de Estudo (#RiodeJaneiro)

15.12.2016 - V Prêmio Pernambuco de Literatura (#PE)

15.12.2016 - Concurso Artístico Teixeira de Pascoaes (@)

25.12.2016 - Prêmio Maraã de Poesia (#Brasil - Livros inéditos - Poemas)

30.12.2016 - I Concurso Sustentabilidade no Cerrado Brasileiro (#Brasil - @ - $)

30.12.2016 - Antologia - 5º Prêmio SFX de Literatura (Contos e Poesias)

31.12.2016 - Concurso "Histórias em Postais"

31.12.2016 - Prémio Literário João Gaspar Simões (#Portugal - Livros Inéditos - $)

31.12.2016 - 6º Concurso de Poesias da Fundação José Francisco de Sousa(@)

31.12.2016 - 6º Prêmio Gilberto Freyre - Concurso Nacional de Ensaios(#Brasil - $)

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Liberto - Palavra expressa



Sensível
falava muito pouco
perto do quão bonito

Analítico
enxergava o oculto
nas palavras escritas

Inteligente
de palavras certas
que alegravam o ambiente

Humilde
de comentário sucinto
para não roubar o momento

De repente
sem deixar endereço
mudou de rumo e casa

Aquém
de um abraço apertado
só podemos enviar palavras

Liberto
abandonou a casca
mas continua vivo por aí

Feito de luz
e de puro amor
voando como um beija-flor

Joakim Antonio


Para o poeta, Joaquim Massano (in memoriam). 


Publicado originalmente na coluna Palavra expressa, no site Retratos da Alma.

Imagem: Freedom by Keid

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Aprisionado


Em um filme, o herói usava suas habilidades para ir a outro universo, onde o vilão podia feri-lo sem parar, evitando sua volta, mas ficando presos naquele momento eternamente. Assim o único poder do vilão se resumiu em ferir o herói, que sempre se curava, mas admitia ser muito dolorido. Num acesso de raiva sem limites, o vilão disse que ele não entendia que o tormento seria eterno, nunca ia parar de feri-lo, nem deixá-lo ir embora, se ele não fizesse o tempo andar novamente. Ao passo que o herói calmamente lhe disse, "Na verdade, você é meu prisioneiro!".

Não consegui deixar de pensar na hora, como as pessoas não percebem isso. Alguns tentam de tudo para ferir alguém que não haja conforme seus desígnios. Através de fofocas, indiretas, palavras verdadeiras colocadas fora de contexto, assim como momentos. É até fácil, pois tudo que você imaginar pode ser distorcido, desde que o ouvinte também tenha a mesma índole ou seja ingênuo, acreditando em tudo que se diga, sem confirmar com o caluniado. Assim, ficam como no filme, presos em um momento. Um busca ferir e o outro, mesmo sentindo tudo, continua seguindo seu caminho escolhido.

Um dia tudo passa, a pessoa arruma outro desafeto e não precisa mais querer ser visto pelo atingido, fazendo de tudo para chamar sua atenção. Ou, o que mais machuca, percebe tarde que o outro sempre quis seu bem e que na verdade, sempre foi prisioneiro de si mesmo.


Joakim Antonio


imagem: Prisioner by William Cordero

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Aceito - Povo da floresta


Subo a montanha tentando esquecer a conversa com o Chefe, ao dizer que ouvi um uivo estrondoso, bem no meio da tempestade. 

"O povo do lobo acredita que na pedra mais alta, mora um Lobo-rei. Ele aparece trazendo raios e cada uivo seu é um trovão. Nesse dia, o primeiro a ouvir seu uivo na madrugada deve ir ao seu encontro, pois será testado. No final há um banquete ou sábias palavras. As palavras serão presente e sentença, porque na verdade, ele sempre vem para um julgamento."

Mas como vou saber se passei no teste?

Se não virar banquete..."

Ao chegar no ponto de destino ele já me aguardava, me olhou diretamente nos olhos, no mesmo instante surgiu um raio, me obrigando a piscar. E na eternidade contida no fechar e abrir de pálpebras, ele soou, queimando por dentro:

"Sou espírito
que choca-se contra a pedra e não morre
que existe dentro da rocha
estou no tempo
parado e movendo-se
sou a tua prova
não passe apenas por mim
venha conquiste e renova-te
ultrapasse suas dúvidas
faça parte como filho
seja você também
a própria rocha
não se preocupe com a poeira do tempo
em colocar teu nome na pedra
que em pó se esfarela
nem em colocá-lo na perfeita
mas perecível estrela
no universo
que constantemente se renova
lembra-te que assim como eles
tu nesse momento és
amanhã outro será
e assim
tudo se renova
o mar, o céu, as pessoas
a vida cor de rosa
e até a vida suja
serão limpas
e o réu torna-se culpado nessa hora
será que eu preciso ter
ou preciso ser
no coração onde o ponto dói
ali está a raiz da sua resposta
abra e deixe que sangre
permita que o rio jorre
não cobice o perfeito dos outros
a chuva cai para todos
saiba que uma linda flor tem espinhos
e não maldigas
o que aconteça na sua vida
pois se acabassem os espinhos
não haveria mais proteção
você só vê o caule
o broto que o Algo plantou
espera e confie
cuide da tua flor
não murche, não suma
para melhor e mais bonita flor
não existe adubo cheiroso
o perfume delas
vem do estrume que o outro deposita
da água que jogam dentro da ferida
vem da fumaça que a obriga ser forte
da presa que quase lhe leva a morte
tudo tem um porquê
tudo na vida vem para melhorar você
agradeça primeiro estar vivo e não maldigas
a vida é sua
você que deve fazer dela melhor
já foi repetido milhões de vezes
tornado-se algo banal
mas que dessa vez toque você
seja agora
não espere o amanhã
para poder ser"

Pode parecer loucura, mas no caminho de volta, os lobos abriam caminho para eu passar.

Joakim Antonio


Imagem: Elemental by Novawuff

domingo, 27 de novembro de 2016

Coisa delas


E a gente finge que manda e faz o que bem quiser, enquanto ela escolhe até a cor da roupa, da cama, do dia, sempre nos seduzindo, usando o jeito, só dela, como quem nada quer. Como ela consegue? Coisa de mulher!


Joakim Antonio


Imagem: The cutest couple by Walker1812

sábado, 26 de novembro de 2016

Encontro


Não dava mais tempo, já estava amanhecendo e ela estava tão perfeita. Foi à base de bala de hortelã mesmo. Único recurso disponível no bolso direito da camisa de caipira, pois do lado esquerdo havia apenas algo roto. Já ela, que vivia bem arrumada, trazia no rosto uma expressão de receio, mesmo de máscara o sorriso a entregava.

Ele não sabia, mas ela até brincava com as amigas, que fazia tanto tempo, que nem sabia mais como se beijava. Até parece, há coisas que já se nasce sabendo, ou no mínimo, ninguém esquece. Assim como ela não conseguia parar de pensar em sua adolescência, no dia que treinou tanto beijando a própria mão, que ficou com uma marca roxa nela.

Será que ele também pensava em outra coisa, porque agora ela pensava em mil. O rímel que borrou, ao chorar por pensar que nunca mais arrumaria um namorado, o cabelo despenteado de tanto dançar e a falta de um espelho no banheiro (quem não coloca espelho no banheiro, pelo amor de Deus). Ah, além disso, não podia sujar o vestido, pois o aluguel foi caro e só tinha branco. Isso que dá deixar tudo pra última hora.

Ele foi chegando perto e os pensamentos se multiplicando, retirou sua máscara e deu o melhor beijo que ela já experimentou, nesse momento ouve aquela explosão de estrelas, cada uma em forma de mais e mais perguntas.

Ela não percebeu, mas por um momento o rosto dele mudou, com um pensamento insistente, daqueles que gritam alto e não se calam.

Caralho, não trouxe camisinha porra!

Joakim Antonio


Imagem: Máscara by JoaKim

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Desengavete


Muitos textos vivem em gavetas, reais, virtuais, impregnados na memória. Destes, alguns já foram vistos. Esmiuçado por professores, aplaudido pelos amigos, fizeram brilhar os olhos de amor dos pais e, os de inveja, dos inimigos. E com certeza, algum está morrendo de vontade, às vezes, até de ainda ser escrito, pedindo para ir morar num livro. Quem sabe não é agora.

Escreva!

Joakim Antonio


Imagem: Rosan Harmers




quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Olho cigano


Seu olho castanho cigano

Tem um peculiar poder

Ele vê perfeitamente

O desejo que há em você


Joakim Antonio


Imagem: Olhar by JoaKim

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Benção dos gatos


Lhe dou a benção dos gatos
nunca lhe surpreendam os ratos
tenha brilho no olhar
e saiba sempre como miar
que use bem suas garras
por onde passar deixe sua marca
acaricie com delicadeza
e use sua língua com destreza
nunca esquecendo ao sair pelas ruas
que o dia é bom mas a noite é sua

Assim é

Joakim Antonio


Imagem: Blessing by Plakitina

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Tudo é simples


Tudo é simples, mas o ser humano em toda sua "engenhosidade", cria nomes difíceis para se distinguir dos que não fazem parte de sua tribo, ou do seu mundo, científico, místico, filosófico, etc. Muitas vezes, o padronizar a linguagem para evitar erros, é válido, mas no momento que não se consegue explicar algo de maneira simples, sem usar uma vasta linguagem, tudo que se fez foi criar mais um clube, onde seu conhecimento lhe concede um pequenino status diante de seus pares. Quer ser verdadeiramente grande? Mude o meio onde vive. Como? Descomplique.

Causar mudanças é mais simples do que pensamos.

Joakim Antonio


Imagem: Reprodução/ TV Morena

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Ciclo - Palavra expressa



Sentiu-se pesar e caiu na Terra
mesmo antes de pensar
direto do ar, direto no mar

Sentiu o peso do novo
a visão do fundo
águas geladas, águas agitadas

Seduzido por um ponto de luz
resolveu emergir
deixou-se subir, deixou-se respirar

Então notou uma ilha ao longe
e sem medo de nada
saiu nadando, saiu do mar

Enquanto descansava ao sol
foi afundando na areia
se viu germinar, se viu enraizar

Querendo novamente o céu
começou a crescer
nasceram folhas, nasceram frutos

Antes que pudesse envelhecer
surgiu uma queimada
virou cinzas, virou nada

Uma grande tempestade veio
e o levou com ela
levado pro ar, levado pro mar

Joakim Antonio


Publicado originalmente na coluna Palavra expressa, no site Retratos da Alma.


Imagem original: Creation and rebirth by Tannaquil



domingo, 20 de novembro de 2016

Paradoxo


Passadas longas
corridas breves
areia do tempo
marcas leves

Linha mutável
horizonte fixo
sombra zero
Deus a pino

Desejo original
vontade clichê
útero da praia
eterno renascer

Completo mundo
indivíduo inteiro
entre aspas
meio a meio


Joakim Antonio


Imagem: Half man half biscuit by Ahermin

sábado, 19 de novembro de 2016

Balançando





A maioria não junta as peças. Acreditam no que foi falado a exaustão, para nos encaixar na fôrma certa. Mas se olhar de perto, sempre esteve aí. Pense comigo.

Procuramos mar, cachoeiras, banho de chuva. Buscamos sítios, montanhas, praia. Necessitamos de abraço, conversa, colo e cafuné. Queremos estar junto dos amigos, brincando e sorrindo. Mas também relaxamos, após tudo isso, sozinhos com os sonhos, nossos amigos imaginários, quer se concretizem ou não. Adoramos posts de animais de estimação, nos maravilhamos com as descobertas dos animais na floresta, às vezes também chorando com o mal que alguns fazem, tanto a eles como aos seres, ainda humanos.

Gostamos tanto de competir e aceitamos tanto quando nos dizem que o objetivo é vencer, vencer, vencer, que mal notamos, o que gostamos mesmo é de brincar. As olimpíadas são uma grande ciranda, a copa do mundo é uma grande pelada e as paraolimpíadas, um sonho de se ver, pois nenhum amigo fica de canto.

Poderia listar milhares de coisas mais, mas o melhor é cada um prestar atenção no seu quintal e no grande parque do mundo. Divirta-se e veja as coisas como são e não como querem que sejam.

Encontre o seu balanço.


Joakim Antonio



Imagem: By Shane K.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

A pena


A pena em tua mão, pode escrever destinos. A palavra em tua boca, pode versar em minha língua. A ponta dos teus dedos, pode tocar um coração. A energia do teu corpo, pode transformar um mundo. Apenas em tua mão, o começo de tudo.


Imagem: Feather serie 1 by Josemanchado

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Frutificando


A poesia cria raízes e quando ela floresce, você tem a sensação que o poema em você se agiganta. Pense no amor mais bonito que existe, pense nele ao infinito, agora pense nele explodindo em palavras, lhe apaixonando pela vida e mostrando a beleza que há em tudo. No peito dos poetas, há multiplicada, essa bela poesia. Aquele olhar, o pequeno gesto, a beleza presente naquele pequeno defeito, pros outros, mas que te deixa pasmo. Quer um exemplo? Aquela marca escondida, na dobra atrás do joelho, é poesia. O pescoço e suas linhas, o cabelo nas mãos, o cheiro do shampoo, aquela dobrinha que ela odeia, mas que você encaixa as mãos na cintura, é poesia. O jeito que ela se curva, a mão nas costas delas ajudando, a mordida, a língua, o gosto salgado, que se torna doce, da sua pele, é poesia. O boca a boca em seus lábios, em cima e embaixo e ela rindo, ao empurrar sua cabeça, para tomar mais ar é pura poesia. As coxas tremendo sem parar e o beijo, com gosto um do outro, é poesia sem igual.

A poesia cria raízes e quando deixamos, ela frutifica.

Joakim Antonio


Imagem: Fruitful by Bellabrooke

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Segundo o tempo


Segundo o tempo
os meses viajam
um é passagem
os outros bagagem

Segundo o tempo
as semanas seguem
uma é corrida
as outras partidas

Segundo o tempo
os dias nascem
um é concreto
os outros etéreos

Segundo o tempo
as horas gritam
uma é estúpida
as outras mudas

Segundo o tempo
as pessoas estão
uma é momento
as outras serão


Joakim Antonio


Imagem: Time by Cochalita

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Navegantes


Navegar e unir nossas ilhas, com fios dos destinos. Desbravar as marés que surgem, ao mergulhar em ti. Descortinar o mundo que cada um traz, marcado na pele. Provar o gosto do corpo, em gozo. E descobrir que o céu da boca, tem mais estrelas que o sonhar.

Joakim Antonio


Imagem By Md arts-daiynkw

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Eu árvore - Palavra Expressa


eu árvore
eu poeta
eu crescendo de ideias
sons e tons constantes
de pensamentos soltos
presos no tempo
descendo ao caule
à semente e flor

eu árvore
eu poeta
eu palavra certa
nas folhas impressas
em telas de vidro negro
estimuladas por fótons
elétrons e retinas despertas
por sentimentos táteis

eu árvore
eu poeta
eu raízes antigas
explodindo em versos
trazendo o passado
presente e futuro incertos
nunca quase tortos
sempre quase retos

eu árvore
eu poeta
eu tudonada
entre cordas bambas
sobre abismos infindáveis
no pulo derradeiro
numa última vã tentativa
de retornar ao que realmente sou


Joakim Antonio


Publicado originalmente na coluna, Palavra Expressa no site, Retratos da alma.


Imagens: Immortal Ideas of a Dead Poet by zyphryus

domingo, 13 de novembro de 2016

Poesia viva


Queria me espalhar como pólen, via abelhas, me sentir um pouco mel. Mas sou dente-de-leão, cravo no pescoço dos poetas, sou o beijo, o fluir do sangue, pra onde sua imaginação mandar. Mas só viro poema, pra quem souber me conquistar.

Joakim Antonio


Imagem: Dandelion tattoo - Freestock

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...