segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Transpassando




Poesia

Transpassa qualquer compartimento e por não ter, em sua essência, nada que lhe tolha a forma. Se achega, se amolda, transforma.

Joakim Antonio


Imagem:  Azzurro by ValentinaWhite

domingo, 20 de agosto de 2017

Com a palavra, O poeta - Descortinando Cora Coralina (poeta)

Mulher sertanejalivre, turbulenta, cultivadamente rude...


Cora Coralina, de Goiás

Este nome não inventei, existe mesmo, é de uma mulher que vive em Goiás: Cora Coralina.

Cora Coralina, tão gostoso pronunciar esse nome, que começa aberto em rosa e depois desliza pelas entranhas do mar, surdinando música de sereias antigas e de dona Janaína moderna.

Cora Coralina, para mim a pessoa mais importante de Goiás. Mais do que o Governador, as excelências parlamentares, os homens ricos e influentes do Estado. Entretanto, uma velhinha sem posses, rica apenas de sua poesia, de sua invenção, e identificada com a vida como é, por exemplo, uma estrada.

Na estrada que é Cora Coralina passam o Brasil velho e o atual, passam as crianças e os miseráveis de hoje. O verso é simples, mas abrange a realidade vária. Escutemos:

"Vive dentro de mim/ uma cabocla velha/ de mau olhado,/acocorada ao pé do borralho, olhando pra o fogo." "Vive dentro de mim/a lavadeira do rio Vermelho. Seu cheiro gostoso d'água e sabão." "Vive dentro de mim/a mulher cozinheira. Pimenta e cebola. Quitute bem-feito." "Vive dentro de mim/a mulher proletária./Bem linguaruda,/desabusada, sem preconceitos." "Vive dentro mim/a mulher da vida./Minha irmãzinha.../tão desprezada /tão murmurada...".

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Estrelando



Minúscula flor
maiúsculo floco
estrela do inverno

Joakim Antonio 



Imagem: https://www.instagram.com/poetajoakimantonio/

domingo, 13 de agosto de 2017

Sua Mão - Dia dos Pais



Pai, me dê sua mão, para que eu a segure daquele mesmo modo, quando nos vimos pela primeira vez.
Pai, afague meus cabelos, nesse dia sozinho, porque ando precisando tanto, muita mais do que queria.
Pai, me pegue no colo, de novo, para que eu sinta, mesmo em sonhos, o calor dos braços teus.
Pai, canta uma canção, sem se preocupar se é hipocritamente correta, aquela mesma, do boi da cara preta.
Pai, me ensina contar mais, já separei nosso papel do açougue e a caneta piloto, só falta você aqui.
Pai, fala meu nome, de novo, de novo e de novo, o seu neguinho continua aqui, esperando você acordar.
Pai, eu sei, é que faz tanto tempo, são tão poucas lembranças, mais sentimentos e menos palavras.
Pai, comemoramos tão pouco, apenas 6 anos, mas estou feliz com o que pôde me ensinar.
Pai, eu estou seguindo o caminho, acertando e errando, mas sorrindo, assim como você fazia.
Pai, dá um abração no nosso outro Paizão aí e diz obrigado, por ter deixado conhecê-lo antes de partir.
Pai, não se preocupe, ainda sinto sua mão, sempre mais forte, me guiando e ensinando a escrever.

Pai 

Parabéns e Obrigado

Eu Te Amo


Joakim Antonio


Parabéns a todos os pais e pessoas que fazem, ou evocam o papel de pai. Todos os dias você merecem ouvir, "Eu te amo!". 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...