quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Concursos Literários do Mês de Novembro de 2014




Concursos Literários do Mês de Novembro de 2014 

Confira também a lista completa dos Concursos do Ano e a lista das Seleções Permanentes.

As datas nos tópicos referem-se ao prazo limite para realizar a inscrição.

Legenda:
$ - Prêmio em dinheiro
@ - Inscrição pela internet
# - Voltado a público restrito


Lista dos concursos em aberto - Novembro


- 03.11.2014 - 3º Desafio Literário - Revista Pacheco (@)

- 05.11.2014 - Prêmio Literário Universitário de Macaé (Rio de Janeiro) (#)

- 06.11.2014 - 31º Concurso de Poesia "Nhô Bento" (Cone Leste Paulista) (#)

- 07.11.2014 - Concursos Literários da APPACDM de Setúbal (Portugal)

- 10.11.2014 - e-Antologia "Verão Caliente" (@)

- 18.11.2014 - Concurso de Contos de Niterói - José Cândido de Carvalho

- 23.11.2014 - IV Premio Internacional de Microrrelatos "Museo de la Palabra" (Contos Curtos - @ - $)

- 30.11.2014 - e-Antologia "Paixões Clandestinas: Outras Paixões"(@)

- 30.11.2014 - Prêmio Radiotelegrafista Amaro Pereira (@)

- 30.11.2014 - Prémio Literário Correntes d´Escritas ($)

- 30.11.2014 - Concurso Lamparina Publica (Livros Inéditos - @)

- 30.11.2014 - XVI Concurso Nacional de Contos - Prêmio Jorge Andrade ($)

- 30.11.2014 - Prêmios Literários do SESC-DF (Contos, Infantis, Crônicas e Poesias - $)

    quarta-feira, 29 de outubro de 2014

    Eu mistério



    Eu mistério
    em ti segredo
    tua couraça
    contra fogo
    e gelo

    Eu sibilo
    em ti uivo
    tua palavra
    entre nada
    e tudo

    Eu absurdo
    em ti correto
    tua firmeza
    sobre verso
    e anverso

    Eu olhar
    em ti lobo
    tua fortuna
    do antigo
    e novo


    Joakim Antonio


    Imagem: Wolf by The-lazy-artist

    segunda-feira, 27 de outubro de 2014

    Escrevendo Paz


    Somos formados de pedaços, belos e feios, doces e amargos, convivendo entre e dentro, de si. Não só podemos, como devemos, escrever sobre tudo. Verdades, absurdos, sobre nada... Mas não há razão verdadeira, para que mesmo que só escrevamos, armas, não possamos fazê-las disparar tiros de paz. Podemos até sentir complicada tristeza, mas o mesmo que sente, sabe o que deseja para mudar.

    Experimente, mesmo que por economia, deixar de escrever por um momento, guerra; para escrever simplesmente, PAZ!

    Joakim Antonio


    "Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a sí mesmo." Leon Tolstoi - Pamphlets - translated from the Russian - página 71, Free Age Press, 1900



    Imagem: Peac by Subdoom

    quinta-feira, 23 de outubro de 2014

    Caboclos



    Acordo com sede
    de saberes antigos
    mas cadê meu povo
    suas danças e risos

    Olho tudo em volta
    eles não mais estão
    leio em suas pegadas
    que saíram sem direção

    Sinto a presença
    de um sábio índio
    ele traça uma seta
    apontando o destino

    Sou um Pedra Preta
    ele diz chorando
    Agora somos um
    diz me abraçando

    Sumo desta terra
    por alguns momentos
    vejo todo meu povo
    como seus tormentos

    Quando abro os olhos
    ponho-me a chorar
    a pedra ficou comigo
    e ele do lado de lá


    Joakim Antonio



    Imagem: People by Sasje by DAZ-3D
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...