quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Diaba - IV


Diaba, me atenta, sendo mar. Me toma no seio de tuas águas e deixa que mergulhe fundo. Venha com todas suas marés, sem receio de que possa me afogar. Sendo, Diaba-sereia e me deixando sem ar, no momento que lhe olhar.

Diaba, me atenta, sendo mar. Chegue tsunami em ondas de sentimento, invadindo e sendo, puro coração.

Joakim Antonio


Imagem: Neptunes
by Esprit-confus
Self. Sweden.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Quando escrevo minhas idéias tornam-se a pena e minha alma a tinta, por isso quando você lê, você me sente."

Deixe-me saber o que você sente.

Obrigado por comentar!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...