quarta-feira, 2 de maio de 2012

Submissão - Dia 26/49

Aprendemos a voar mas não conquistamos a natureza.


"Submeter-se com humildade, não é desistir é saber quando recuar para voltar mais forte."

Joakim Antonio 

Segundo o Aulete - dicionário digital
(sub.mis.são)
sf.
  1  Ação ou resultado de submeter(-se); SUBORDINAÇÃO; SUJEIÇÃO.
  2  Obediência irrestrita a uma autoridade, a uma lei, a uma orientação etc.
  3  Aceitação de um estado de dependência; DOCILIDADE; OBEDIÊNCIA
  4  Pej.  Humildade excessiva; SUBSERVIÊNCIA 

Quando se fala em submissão pensamos muito em fraqueza, submeter-se ao outro pelo medo, da força ou posição social. Mas quando ela é usada por nós com inteligência, a submissão vira sabedoria. Quem em sã consciência se acha mais forte que uma grande nevasca ou furacão. Nem o maior e mais avançado avião sai do lugar enquanto elas passam. Devemo observar e saber quando devemos nos acalmar e fortalecer para então continuarmos nossa caminhada.

Quando comecei nas artes marciais, no final da aula o mestre perguntou. Quem é mais forte? O bambu que se curva ou o carvalho que resiste? Todas crianças concordaram que era o carvalho. Então ele disse que durante uma forte tempestade o carvalho é arrancado e o bambu, ao curvar-se em respeito, voltava ao lugar quando a tempestade ia embora. Quem é mais forte agora? E então, cumprimentando-nos, curvou-se em nossa direção.

Hoje é o dia 26 e a quarta semana de uma jornada, o assunto de hoje é Humildade na tolerância, submissão.

Dessa vez deixei o post muito mais longo colocando a definição do dicionário, pois o ano passado recebi emails de pessoas que só entenderam o aspecto pejorativo da palavra. E parafraseando Sun Tzu na arte da guerra, "Quando as letras não são bem entendidas, primeiramente a culpa é do comandante delas, então direcione-as melhor." 


Então vou colocar aqui um dos textos que leio para meditar sobre o aspecto do dia.

Humildade na Tolerância

Submissão – resultante da humildade – é um elemento essencial da tolerância. Apressar-se às vezes pode ser uma fórmula para a destruição. O carvalho, por não ter a capacidade de curvar-se numa tempestade, é arrancado. O junco, que se curva à força do vento, sobrevive sem problemas.

Tolerância é alavancada pela força interior. Hod de netzach é o reconhecimento humilde de que a capacidade de tolerar e triunfar origina-se na alma que Deus deu a cada pessoa. Esta humildade não compromete o impulso da tolerância; ao contrário, intensifica-o, porque a tolerância humana apenas pode ir até um certo limite, ao passo que a tolerância que vem da alma Divina é ilimitada.

Pergunte-se
  • Eu percebo quando devo curvar-me, por força e não por medo? 
  • Por que freqüentemente sinto-me temeroso de me submeter? 
  • Atribuo meu sucesso apenas à minha própria força e determinação? 
  • Estou convencido que sou todo poderoso devido ao meu grau de tolerância? 
  • Onde consigo a força quando tudo parece tão árido? 
Exercício para o dia 
  • Ao acordar, agradeça a Deus por ter-lhe dado uma alma com o extraordinário poder e versatilidade para tolerar, apesar de desafios fatigantes. Isto lhe permitirá conseguir energia e forças para o dia todo.

Um comentário:

  1. Quer uma maneira de aumentar a divulgação do seu site?
    Acesse o DivulgaBlog. É completamente gratuito, simples de usar e em poucos minutos o seu blog estará cadastrado na nossa base de blogs e visível para milhares de usuários.
    Dê uma conferida ! http://www.divulgablog.com.br/

    ResponderExcluir

"Quando escrevo minhas idéias tornam-se a pena e minha alma a tinta, por isso quando você lê, você me sente."

Deixe-me saber o que você sente.

Obrigado por comentar!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...