domingo, 26 de março de 2017

Enquadrados


Replicamos formatações, como fossem DNA. Sabemos da beleza das curvas, mas vivemos tentando se enquadrar.

Joakim Antonio


Imagem: https://www.instagram.com/poetajoakimantonio/

sábado, 25 de março de 2017

Céu musical


Braço branco / tampo azul / partitura //
Violão clássico / tempo mágico / céu de música //



Joakim Antonio


Imagem: https://www.instagram.com/poetajoakimantonio

sexta-feira, 24 de março de 2017

Marcas do verão



Outono sempre expõe, marcas do coração.

Joakim Antonio 



Imagem: https://www.instagram.com/poetajoakimantonio/

quarta-feira, 15 de março de 2017

Desconcertos de Poesia de Março - Hoje



JOAKIM Antonio
Desconcertos de Poesia de Março

-

Diziam que viraria purpurina,
desacreditavam e torciam narizes,
por cantar aos quatro ventos,
que seu mundo era mágico.

Sempre retrucava dizendo,
que um dia ainda voaria
para ver o pôr-do-sol,
e achavam muito estranho.

Lhe negaram empregos,
escorraçaram de casa,
revelaram segredos
e queimaram sua tralhas.

Tentou viver escondido,
realidade da noite,
terno azul da tarde,
personagem do dia.

Melhorou a vida
dele e da família,
mas infelizmente,
continuava proibido.

Taxado, humilhado,
foi atocaiado e pego,
voltando para casa,
completamente nu.

Uma semana depois,
com o rosto desfigurado,
olhou no espelho e disse:
Adeus Alice, e pairou no ar.

Joakim Antonio

A poesia vem de dentro
meia verdade
ela está lá fora
na beleza da favela
na monstruosidade da cidade
presente na água límpida
das torneiras
no rio seco e sujo
nosso leito
que nos permeia
sinto-a no olhar
terno do asilo
procuro-a e não encontro
no sorriso do vizinho
fugidia e bela
leio-a nas rugas
das lavadeiras
busco resquícios
em peles de seda
brilha e ofusca
onde menos esperam
esconde-se e chora
onde mais a quero
Poderia o mundo
viver sem poesia?
É possível
mas haveria apenas
tristeza
como estivesse a ver
um palhaço
que nunca ri

Joakim Antonio

-
Dia 15 de março, quarta-feira, 19:30 hs.
DESCONCERTOS DE POESIA NO PATUSCADA.
Com Jeanne Callegari, Davi Kinski, Manoel Herzog, Paula Valéria de Andrade, Joakim Antônio, Paulo Miranda, Iago Passos.

PATUSCADA - Livraria, Bar & Café
Rua Luis Murat, 40

https://www.facebook.com/events/1379762835407260/?notif_t=plan_user_associated&notif_id=1487616985885110 — com Joaquim Antonio.

segunda-feira, 13 de março de 2017

Noturno


Noturno / sigo as estrelas /
Sinal verde para casa /
Cometas / passam rasgando /
Há um véu recobrindo a praça /
Na via / recortes de luz /
Uma ribalta espelhada /
Soturno / chego ao ponto /
Mas meu letreiro não passa /

Joakim Antonio 

Imagem: Noturno by JoaKim

domingo, 12 de março de 2017

Degraus


Degraus / em diferentes direções /
Dilemas / sempre elevados ao cubo /
Divagar / em pensamentos concretos /
Decidir-se / entre palavras mudas /

Joakim Antonio 

Imagem: Degraus By JoaKim

quarta-feira, 8 de março de 2017

Dia das mulheres - 08 de março



Flores para todas, colhidas ou não, para as que aceitam e, principalmente, aceitariam se ainda estivessem por aqui.

As pessoas darão flores. Do começo ao fim da vida. Para comemorar a chegada, para aplacar a partida. Flores como representação do belo, aparentemente frágil. Como representação da força, nascendo até na pedra, desembrutecendo a lama da vida. Povoando espaços, exalando perfume e defendendo-se com espinhos, portanto causando dor ou alegria, conforme a mão de quem lida. Flores para comemorar a vitória, com todas pompas e glórias merecidas. Representando o poder de multiplicar-se, espalhando-se pelo mundo. A flor como signo. A flor como sim, de tudo que nosso coração deixar. E mesmo que eu escolha impor meu não. A flor presente, sempre estará.

"A flor que existe no mundo independe de minha vontade." Charles Sanders Peirce

Joakim Antonio


Photo by Evan Kirby

terça-feira, 7 de março de 2017

Desconcertos de Março



JOAKIM ANTÔNIO nos Desconcertos de Março!
Busco a imperfeição do verso
o errado nunca o certo
o choque das palavras
ao tocar a água

Pequenas ondas
em crescendo
tsunami
destruidoras de ideias

Que no refluxo
levam embora
cascas mortas
de palavras escritas

Então maculo o papel
que em branco
gritaria muito mais

Joakim Antonio
-
Poema te trago
lhe traço no espaço
como algo maior

Poema lhe trago
em fumaça espalho
sem nenhuma dó

Poema em trago
que tomo apressado
num gole só

Poema que trago
me sentindo tomado
como algo menor

Joakim Antonio

-

A alma vive, o dilema da poesia:
ser toda dela, ou dividir-se,
entre ela e o vil metal.
Ser nele acompanhante,
ou nela marginal.
Entre eles, ser amante,
num ménage canibal.

Joakim Antonio
-
ela traça o plano

aparece travestida de som, sentimento, toque, sem que ninguém a evoque, presente um milésimo de segundo antes de sequer pensarmos em tê-la, ou melhor, cortejá-la para que nos tome e sopre em nossos ouvidos, seus antigos e sedutores segredos, transformando o nada em tudo.

presente no primeiro gemido, no gozo, em gestos de irreverência, nas falas, música e letras de protesto, na batida calma do coração a meditar, nos dedos vibrantes na guitarra e na primeira fala ritmada, quando do nascimento de rappers, repentistas, artistas e demais filhos que ela adotar.

ela anda, corre, dança, fala, cala, canta, se esconde, se infiltra, se doa, suja, limpa, transparente, come, bebe, respira.

a poesia cresce!

Joakim Antonio
-
Dia 15 de março, quarta-feira, 19:30 hs.

 DESCONCERTOS DE POESIA NO PATUSCADA.

Com Jeanne Callegari, Davi Kinski, Manoel Herzog, Paula Valéria de Andrade, Joakim Antônio, Paulo Miranda, Iago Passos.

PATUSCADA - Livraria, Bar & Café

 Rua Luis Murat, 40

segunda-feira, 6 de março de 2017

Deus énóis sorrindo



Se te afasta do amor
Te joga na dor
Prega o preconceito
Contra cor, classe
Raça?!!? Não somos todos humanos?
Mais de 7 bilhões de manos

Se mexe com seu direitos
Assim como transformaram
Os gays, nos novos pretos
Com novas senzalas, Palmares, guetos
Só não vê quem não sofre mais
Liberto pela lei, do ventre livre $ocial

Se costuma esconder-se
Atrás de uma benção, ciência
Passe, unção, hóstia, mantra, ordem
Costas largas, músculos, armas, dinheiro
Textos sagrados e frases, escolhidas a dedo
- A um ainda vale, a sete não usamos mais
Esqueça o que eu faço, veja como eu grito mais

Se leva ao ódio e aversão
Diz quase sempre guerra e quase nunca paz
Aumenta tanto o medo, que leva amantes da paz
Que transformavam inimigos, se armar até contra amigos
Do lado daqui, do lado de lá
Aumentando cada vez mais a tensão

Não se engane irmão
Sem amor

Não-É-Deus-Não


Joakim Antonio


Imagem: http://rapemcartaz.wix.com/colecartaz Conheça, espalhe, colabore!

quarta-feira, 1 de março de 2017

Concursos Literários do Mês de Março de 2017




Concursos Literários do Mês de Março de 2017 

Confira também a lista completa dos Concursos do Ano e a lista das Seleções Permanentes.

As datas nos tópicos referem-se ao prazo limite para realizar a inscrição.

Legenda:
$ - Prêmio em dinheiro
@ - Inscrição pela internet
# - Voltado a público restrito


Lista dos concursos em aberto - Março



* Se ainda der tempo, confira os concursos do Final do Mês anterior.

* Confira também os Concursos do Ano, a lista das Seleções Permanentes e o site Falando de Trova.

Legenda:
$ - Prêmio em dinheiro          @ - Inscrição pela internet          # - Voltado a público restrito

As datas nos tópicos referem-se ao prazo limite para realizar a inscrição.


Março


- 01.03.2017 - 1º Concurso de Poesia Poeta Adauto Borges (#Brasil - @)

- 04.03.2017 - Prêmio Sosígenes Costa de Poesia (#Bahia - $)

- 05.03.2017 - VII Concurso Internacional de Contos Vicente Cardoso(Contos - @)

- 15.03.2017 - III Concurso de Trovas UBT / Country Magazine

- 17.03.2017 - Arte em todo Canto (#Brasil - Dramaturgia - @ - $)

- 17.03.2017 - 46º Concurso Internacional de Redação de Cartas (#Brasil - $)

- 21.03.2017 - 2º Prémio Literário UCCLA (Livros Inéditos / Romance, Novela, Conto e Poesia - @)

- 31.03.2017 - XIII Concurso de Trovas da UBT - Maranguape (@)

- 31.03.2017 - Antologia - 5º Prêmio SFX de Literatura (Contos e Poesias)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...